Bem-Vindos!

Bem vindos ao Blog de Aconselhamento Psicossocial, um espaço destinado à troca de ideias e experiências relativas a esta nova área de formação. Se estás interessado em saber mais sobre esta área ou queres dar a tua opinião e colocar as tuas dúvidas, este é o espaço certo para ti.

terça-feira, 15 de Maio de 2007

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ACONSELHAMENTO E PSICOTERAPIA

29 DE MARÇO DE 2007

PALESTRA COM O DR. TED ILLIF, VICE-PRESIDENTE DA NATIONAL BOARD FOR CERTIFIED COUNSELORS (NBCC)
No passado dia 29 de Março de 2007, o Dr. Ted Illif, Vice-Presidente da National Board for Certified Counselors, deu uma palestra no Instituto Superior da Maia, com o intuito de esclarecer a comunidade de Aconselhamento Psicossocial relativamente ao conhecimento que esta entidade detém do papel desta profissão em países onde esta já está devidamente institucionalizada, como os Estados Unidos da América, bem como em países onde esta se começa a afirmar apenas agora, e quais os passos que estão a ser seguidos para essa implementação.
A National Board for Certified Counselors (NBCC) é uma Associação de certificação profissional, dedicada à credencialização de conselheiros que possuem as competências necessárias para a prática geral ou especializada do Aconselhamento enquanto profissão.
A NBCC, fundada em 1982 como uma organização independente e sem fins lucrativos, detém um sistema nacional de certificação para conselheiros profissionais, identifica aqueles conselheiros que obtiveram certificação e mantém o seu registo.
Esta certificação é obtida através de várias fases:
Ø Formação – o Conselheiro deve deter um mestrado ou doutoramento em Aconselhamento ou numa área que se debruce bastante sobre o Aconselhamento;
Ø Experiência supervisionada – tem que ter, pelo menos, dois anos de experiência profissional na área do Aconselhamento, sob a supervisão de um profissional de saúde mental qualificado;
Ø Submeter-se (e passar) a um exame nacional - National Counselor Examination for Licensure and Certification (NCE).
De uma forma geral, o profissional de Aconselhamento que detiver a certificação fornecida por esta entidade, é reconhecido como sendo um dos melhores profissionais na área do Aconselhamento, o que se reflecte positivamente no seu ordenado e estatuto profissional.
De acordo com o Dr. Ted Illif, actualmente, esta entidade já certificou, aproximadamente, 40,000 conselheiros profissionais nos Estados Unidos, contudo, ainda não faz a certificação fora do país, pois ainda procura adaptar-se ao sistema de cada país e à especificidade do significado profissional, educacional e social do counselling.
É precisamente à comunidade de Aconselhamento Psicossocial, que agora começa a formar-se em Portugal, que cabe encontrar estes significados e desenhar o perfil formativo e profissional do Conselheiro na actual realidade portuguesa. É que, muito embora a experiência de um país como os Estados Unidos, onde esta profissão já está implementada há mais de 50 anos, seja extremamente enriquecedora, não pode ser passada a papel químico para a realidade portuguesa, pois a especificidade do Counselor nos Estados Unidos, adequa-se àquela particular cultura e valores.
Como tal, e segundo o Dr. Ted Illif, esta experiência pode apenas servir como guião relativamente aos passos que devem ser dados para efectuar a delineação do perfil do Conselheiro em Portugal.
Para esta tarefa, a Associação Portuguesa de Aconselhamento e Psicoterapia, em parceria com a NBCC, deverá proceder a uma investigação laboral e formativa do Aconselhamento em Portugal, no sentido de definir as competências e âmbitos de actuação destes profissionais.
Uma vez definido este parâmetro, dever-se-á ir ao encontro do governo, das outras instituições académicas, organizações e público em geral, explicar o que é o Aconselhamento, o que é que esta área tem de importante e o que é que pode dar ao país enquanto profissão e, a partir daí, diferenciar da Psicologia.
Nos Estados Unidos, esta tarefa levou 50 anos e, actualmente, neste país, prática do Aconselhamento enquanto profissão, envolve a aplicação de conceitos relacionados com a saúde mental, psicologia e princípios de desenvolvimento humano através de estratégias cognitivas, afectivas, comportamentais ou sistemáticas, direccionadas para o bem-estar, crescimento pessoal ou desenvolvimento da carreira, bem como patologias do foro psicológico.
Nos Estados Unidos da América, o Aconselhamento divide-se (maioritariamente) em três grandes áreas:
SCHOOL COUNSELOR – que ajuda o aluno a encontrar-se no mercado laboral e a planear os seus estudos para a eventual carreira que deseja seguir. O conselheiro escolar nesta realidade específica, diferencia-se do psicólogo escolar, no sentindo em que não interfere em aspectos relacionados com a saúde mental, défices da aprendizagem, de atenção, etc. Na verdade, ele apenas se preocupa com o bem estar do aluno e na definição do seu percurso formativo e laboral, sendo que, quando contacta com alguma problemática da área da saúde mental, efectua o encaminhamento para o psicólogo escolar.
CAREER COUNSELOR – o conselheiro conhece bem o mercado laboral e actua como uma peça chave, auxiliando os indivíduos a tomar decisões ponderadas, informadas e realistas, quando consideram um trabalho ou mudanças no estilo de vida.
MENTAL HEALTH FACILITATOR – conselheiro devidamente formado para actuar no campo da saúde mental.
Contudo, como foi referido anteriormente, embora esta informação constitua um importante contributo, o papel do Conselheiro Psicossocial em Portugal não se deverá apoiar unicamente nesta experiência, mas sim, no estudo do plano formativo e educativo do profissional de Aconselhamento, bem como numa aprofundada investigação da realidade laboral envolvente e da sociedade e seus respectivos valores e moral vigente.

Drª. Fátima Ferreira,
Presidente da Assembleia Geral.


segunda-feira, 26 de Março de 2007

Conferência com Dr. Ted Illif (vice presidente da NBCC)

No próximo dia 29 de Março, o Dr. Ted Illif, vice-presidente da NBCC (National Board for Certified Counselors) irá ao Instituto Superior da Maia, dar uma palestra relacionada com a profissão do Conselheiro e a sua dificuldade de afirmação. Esta palestra destina-se a todos aqueles que estejam interessados em aprender mais sobre esta nova profissão e queiram desmistificar algumas ideias que já se vão instalando no mercado laboral.

quarta-feira, 21 de Março de 2007

segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2007

Algumas definições de Aconselhamento

  • É um processo de ajuda altamente especializado e complexo utlizado por conselheiros profissionalizados, devidamente treinados e credenciados para facilitar o desenvolvimento e evolução (www.ksde.org);

  • Os serviços do Aconselhamento podem focar-se em assuntos especificos como, luto, adições, saúde, carreira, etc., ou numa variedade de assuntos relacionados com a família e aspectos conjugais. Na sua duração é, tipicamente, mais breve que a psicoterapia e dirige-se a padrões comportamentais específicos, procurando novas opções que facilitem a mudança. (www.footnotesforhealth.com);

  • Forma de ajuda, na qual um profissional treinado oferece conselhos ou conhecimentos acerca de problemas vitais específicos. (www.depression.about.com);

  • Opiniões, direcções, conselhos (etc.) dados após consulta e/ou teste a um sujeito, com o intuito de orientá-lo a conhecer-se e compreender-se. Primeiramente utilizado na psicologia, psiquiatria, educação e trabalho social. (www.lib.ucr.edu);

terça-feira, 13 de Fevereiro de 2007

Em que consiste a licenciatura em Aconselhamento Psicossocial?

Esta nova licenciatura, implementada em Portugal desde 2000, tem vindo a trazer alguma controvérsia à nossa realidade social. Pautada pela semelhança que detém com a formação em Psicologia, é quase sempre comparada a esta e muitas vezes considerada como "Psicologia de segunda".
No entanto, a verdade é que, este novo curso, embora tenha a Psicologia como uma das suas bases (e isso é impossível negar), não se esgota nela.
Os formandos e licenciados em Aconselhamento Psicossocial estão a trazer para Portugal, aquilo que já há muito tempo se pratica em outros países como a Inglaterra ou os Estados Unidos da América, onde o Aconselhamento (Counselling) é um processo onde os clientes recebem auxílio (por parte de um profissional treinado) no sentido de aprender a lidar com os seus conflitos pessoais e interpessoais (www.mediate.ca). É uma terapia, na qual um profissional treinado ouve os problemas e ansiedades do cliente, e aconselha-o, sem o julgar, ajudando-o a encontrar as suas próprias respostas (www.bodyandmind.co.za)
Em termos teóricos, a formação do Técnico Superior de Aconselhamento Psicossocial apoia-se essencialmente em conhecimentos de ordem Biopsicossocial, nomeadamente ao nível:

- da Psicologia (Psicologia Social, da Saúde, do Desenvolvimento, das Organizações, Psicologia Legal, Psicologia Desportiva, etc.);

- da Saúde (diagnóstico, intervenção, reabilitação, neurociências);

- da Sociologia (organizações, estruturas sociais);

- da Educação (escolas, universidades);

- da Antropologia (hábitos e cultura);

- (merecendo ainda especial atenção a formação adquirida ao nível da Metodologia da Investigação).


O Técnico Superior de Aconselhamento Psicossocial funciona em contextos muito distintos, sendo iniciado em técnicas de sondagem, de gestão de conflitos, de ajuda psicológica, de orientação vocacional e profissional, de recrutamento e selecção, de criatividade, de avaliação psicológica e psicopatológica, de discussão de ideias, de comunicação, de formação e investigação, etc.
O objectivo supremo do Técnico Superior de Aconselhamento Psicossocial é o desenvolvimento total das potencialidades do seu cliente, quer se trate de um sujeito ou grupo ditos saudáveis quer de pessoas ou grupos em dificuldade.
O Conselheiro pretende actuar em contextos sociais, organizacionais, clínicos, educacionais, recreativos, desportivos, etc.
Conforme o campo de acção, utiliza as competências adquiridas para sondar pessoas ou grupos, elaborar diagnósticos, intervir psicológica e socialmente, dar apoio psicoterapêutico a pessoas com patologia ou em risco. Poderá ainda trabalhar em contextos de reabilitação e reinserção social, familiar ou laboral.
Devido à formação ministrada o Técnico Superior de Aconselhamento Psicossocial está preparado para exercer a sua actividade em contextos muito distintos. Embora o seu modo preferencial de acção seja a inserção em equipas multidisciplinares, pode também funcionar individualmente e em privado, desde que devidamente profissionalizados (treino e supervisão).
A um nível mais concreto, considerando o contexto português, o Técnico Superior de Aconselhamento Psicossocial pode funcionar no contexto:
- do Ministério da Saúde (hospitais, centros de saúde, centro de alcoologia, centros de apoio a toxicodependentes, lares de reabilitação e reinserção social, perturbações de stress, etc.);
- do Ministério da Justiça (prisões, reinserção social, etc.);
- do Ministério da Segurança Social (situações de risco, diagnóstico de carências sociais, estudos de campo, etc.);
- do Ministério da Educação (orientação vocacional, apoio escolar, apoio familiar, associação de pais, associação de deficientes, inovação, tempos livres, etc.);
- do Ministério do Trabalho (centros de emprego, orientação profissional, situações de desemprego, etc.), da comunidade local (autarquias, juntas de freguesia, tempos livres, lares, etc.) (Martins, s.d.)